A yoga é uma prática milenar, que se tornou mais popular no Brasil nos últimos anos. Ainda assim, não são todas as pessoas que conhecem os princípios e benefícios dessa atividade, ou sabem que, além do estilo clássico, chamado de hatha yoga, também existem vários outros tipos.

A seguir, você terá a oportunidade de aprender um pouco mais sobre essa modalidade e até descobrir como praticá-la em casa. Para começar, vamos falar sobre as definições, que são essenciais para adentrarmos no Universo do hatha yoga, que é o estilo em que iremos focar ao longo deste texto!

Hatha yoga: o que é?

Hatha Yoga significa a busca do equilíbrio da alma (sol) com a mente (lua).

Hatha Yoga significa a busca do equilíbrio da alma (sol) com a mente (lua).

Nos textos esotéricos de yoga, é possível encontrar o significado da palavra “hatha”, que seria algo como a união do sol (ha = sol) com a lua (tha = lua).

Indo um pouco mais a fundo na definição, se torna claro que o que o “sol”, nesse caso, representa a alma e a “lua”, a mente. Ou seja, no final das contas, o hatha yoga não é nada mais, nada menos do que a busca do equilíbrio da mente com a alma.

Para quem ainda não está familiarizado com os termos utilizados dentro da yoga é importante conhecer o significado de outras duas palavras muito comuns entre os praticantes: asana, que são as posturas físicas, e pranayama, que são os exercícios respiratórios.

Agora que você já está por dentro dos termos, vamos voltar a falar do hatha yoga, destacando uma característica muito importante desse estilo, que é a plena atenção na ação.

Sabe o que isso significa? Que você deve manter o foco e a concentração total durante todas as fases dos asanas, ou seja, durante a entrada, a permanência e a saída dos exercícios.

O mesmo vale para o pranayana. Para que ele seja realizado corretamente, é essencial que você dedique plena atenção à respiração.

Seguir à risca cada uma das recomendações da yoga é fundamental. Isso porque, o que essa técnica busca não é ser apenas uma atividade física, mas, sim, um verdadeiro estilo de vida.

Algumas pessoas que realmente aderem ao hatha yoga ou qualquer outro estilo, passam a entender melhor o seu corpo, a sua alma e muitas vezes, mudam até a forma de se alimentar, a fim de estarem cada vez mais alinhadas com os princípios da yoga e desse novo estilo de vida que ela é capaz de promover.

É possível aprender hatha yoga sozinho?

É perfeitamente possível aprender a praticar a hatha yoga em casa.

É perfeitamente possível aprender a praticar a hatha yoga em casa.

Com o fácil acesso à informação, são poucas as coisas que você não pode aprender na sua casa e, definitivamente, o hatha yoga não é uma delas.

Hoje, o que não faltam são tutoriais com o passo a passo de como aprender yoga sozinho. Com um pouco de dedicação e persistência, você, com certeza, conseguirá notar evoluções nas suas posturas.

Porém, não é porque você pode praticar o hatha yoga (ou qualquer outro estilo que preferir) na sua casa, que a ajuda de um instrutor capacitado se torna desnecessária.

Na verdade, se você tiver condições de investir nesse tipo de serviço, não hesite em fazê-lo! Afinal, um instrutor tem todo o conhecimento necessário para corrigir a sua postura quando necessário e para passar dicas que podem te ajudar na execução dos exercícios – apoio que você não recebe quando está praticando sozinho.

Outro ponto interessante é que, como já dissemos no início desse texto, o objetivo da yoga é que seus praticantes adotem realmente um novo estilo de vida e, muitas vezes, os conteúdos disponibilizados na internet, focam apenas na execução das posturas e acabam esquecendo de todo o resto, como o cuidado com a respiração, o trabalho com a mente, o desenvolvimento da consciência corporal, etc.

Aula de como fazer yoga: para iniciantes

Para começar a praticar hatha yoga em casa é preciso primeiro criar uma rotina e escolher um local calmo e sem distrações.

Para começar a praticar hatha yoga em casa é preciso primeiro criar uma rotina e escolher um local calmo e sem distrações.

Se comparado a outros estilos, o hatha yoga é um dos mais fáceis para se praticar – o que é uma ótima notícia para quem é iniciante e quer se dedicar à realização das posturas sem sair de casa.

Esse é o seu caso? Então, confira, a seguir, algumas dicas que vale a pena você ficar atento:

  • Crie um ritual: estabeleça um horário do seu dia para se exercitar, assim fica mais fácil ter disciplina;
  • Procure um local tranquilo: pode ser interno ou externo, as únicas exigências são que o chão seja liso e plano e que tenha espaço livre ao redor para a realização das posturas;
  • Alimente-se algumas horas antes: com o estômago vazio, você não terá problemas com o refluxo durante os exercícios;
  • Adquira um mat: os mats são aqueles tapetinhos típicos da yoga. Você pode substituí-los por outros itens, como toalhas e cobertas, mas, por serem antiderrapantes e terem aderência ao corpo, os mats são sempre mais indicados;
  • Utilize roupas confortáveis: caso contrário, você não conseguirá se movimentar livremente;
  • Providencie almofadas firmes e volumosas: elas ajudam a evitar dores na coluna, na lombar, nas virilhas e nas pernas, durante a realização de algumas posturas;
  • Medite: reserve um tempo para trabalhar a sua mente. Além de fazer muito bem, essa prática irá ajudá-lo a se concentrar para a correta realização dos exercícios.

Depois de estar devidamente preparado para praticar yoga, basta pesquisar por vídeos, páginas, se inscrever em cursos ou mesmo contratar o seu próprio instrutor. Mais importante do que a forma com que você irá utilizar para aprender as posturas, é a dedicação que você terá para executar cada uma delas.

Isso porque, se você não realizar os asanas corretamente, os efeitos garantidos pelo hatha yoga poderão não ser alcançados. Além disso, algumas posturas exigem mais do seu corpo e, se não ficar atento à sua correta execução, você pode acabar se machucando. Por isso, dedique toda a atenção necessária durante as posturas e nunca queira ir além dos seus limites.

Se você nunca praticou yoga antes, comece com as posturas mais simples e vá aumentando o nível de dificuldade dos seus exercícios, conforme for percebendo a sua evolução.

Ter total domínio sobre o seu corpo, a sua respiração e a sua mente leva tempo e é preciso muita dedicação para realizar alguns asanas com perfeição.

Como praticar meditação?

A meditação é parte importante do hatha yoga e deve ser praticado em conjunto com as posições.

A meditação é parte importante do hatha yoga e deve ser praticado em conjunto com as posições.

A meditação é parte importante do hatha yoga ou qualquer outro estilo. Por isso, se estamos ensinando as formas corretas de praticar essa atividade em casa, não podemos deixar de ensiná-lo também como meditar. Afinal, essa é uma técnica que poucas pessoas dominam, mas com as dicas certas, você pode ser uma delas!

Os primeiros passos para praticar a meditação sozinho são os mesmos indicados para a yoga: você deve reservar um tempo do seu dia exclusivamente para isso e encontrar um local tranquilo, com a menor quantidade de distrações possível. Assim fica mais fácil se concentrar.

O tempo indicado para a meditação é duas vezes por dia, com duração de 15 a 20 minutos cada uma. Alguns momentos mais apropriados, são:

  • hatha yoga de manhã: para que você consiga começar o dia com mais foco e menos ansiedade;
  • hatha yogano meio do dia: para descansar e se desligar das tarefas, principalmente em dias mais estressantes;
  • hatha yogaà noite: de preferência, antes de se deitar. Dessa forma, fica mais fácil acalmar a mente antes de dormir.

Para evitar preocupações com o tempo, aqui vai uma dica: programe o despertador do seu celular com a quantidade de tempo que você deseja dedicar à meditação. Assim, você poderá se concentrar totalmente naquilo que realmente importa, que é serenar a sua mente!
Depois de definir os horários e local para a prática da meditação, os próximos passos são:

Encontrar a melhor postura para você

Nem sempre é fácil encontrar as melhores posturas no hatha yoga, mas adquire-se prática.

Nem sempre é fácil encontrar as melhores posturas no hatha yoga, mas adquire-se prática com o tempo.

Segundo as técnicas orientais, a posição mais indicada – e, por isso, a mais conhecida – para a meditação é a postura de lótus, em que se permanece sentado no chão, com os pés cruzados sobre as coxas e a coluna ereta.

Porém, se você se sentir mais confortável de outra forma, não há problema algum. Você pode meditar deitado ou sentado em uma cadeira ou em um banco. Nesse caso, o que realmente importa é que você mantenha a coluna ereta, os ombros abaixados e o pescoço alinhado.

Também é importante encontrar um apoio para as mãos, seja posicionando-as sobre o colo, sobre o dorso, sobre os joelhos ou até uma sobre a outra. Não se esqueça também de manter os olhos fechados e os seus músculos relaxados.

Controlar a respiração

Tanto para o hatha yoga, quanto para a meditação, a respiração é essencial!
No começo, controlá-la não é uma tarefa muito simples, mas persistir é indispensável para esse momento.

A dica para utilizar o poder dos pulmões de forma correta é inspirar profundamente, puxando o ar para preencher a barriga e o tórax, e inspirar lentamente e da forma mais prazerosa possível.

Você também pode adotar um truque para coordenar a sua respiração, contando até quatro para inspirar e, depois, repetir a mesma contagem para expirar.

Focar

Um método utilizado pela meditação para auxiliar na concentração é encontrar um foco para a sua atenção, que, normalmente, costuma ser um mantra, criado a partir de um som, uma sílaba, uma palavra ou mesmo uma frase. Esse mantra deve ser repetido várias vezes, a fim de que exerça um poder sobre a sua mente.

Outros focos de atenção muito utilizados são imagens, a sensação de brisa na pele, uma melodia, um objetivo que se deseja alcançar, um pensamento positivo ou até mesmo a própria respiração. O importante, realmente, é que esse foco seja capaz de eliminar outros pensamentos da sua mente e mantê-la calma.

Se você não conseguir chegar lá logo de primeira, não desanime! É normal que diversos pensamentos surjam durante a meditação, principalmente para quem ainda está começando a desenvolver essa técnica. Nessas horas, a melhor coisa a se fazer é manter o foco e quando os pensamentos invadirem, deixá-los vir e, livremente, partirem.

Ao longo desse conteúdo, você teve a oportunidade de conhecer os princípios da meditação e do hatha yoga. Que tal, então, agora, começar a inseri-los em seu dia a dia? Em pouco tempo você irá notar diversos benefícios no seu corpo, na sua saúde, e o que é mais importante, na sua mente!

Leave a Reply