Em algum momento você já parou para pensar que absolutamente tudo evolui com o tempo, até mesmo as profissões? Há não muitos anos atrás, existiam trabalhos que, hoje, já entraram em extinção, enquanto outros estão apenas dando os primeiros passos – embora tenham tudo para se transformarem nas chamadas “profissões do futuro”.

Alguns profissionais que não existem mais, por exemplo, são telefonistas, lanterninhas de cinema e vendedores de enciclopédia. Outros estão dando os seus suspiros finais ou também correm grandes riscos de extinção, como alfaiates, ascensoristas, relojoeiros, operadores de telemarketing e profissionais de banco.

Não é difícil entender porque estas profissões estão perdendo espaço ou se tornando obsoletas, afinal, é realmente difícil competir com a tecnologia, a robotização e as profissões do futuro que, na verdade, já são muito reais.

E por falar em tecnologia, é justamente ela que aparece em grande parte das áreas que estão despontando como grandes tendências para os próximos anos.

Algumas empresas dedicaram-se a pesquisar quais áreas são essas, a fim de definir quais são as profissões do futuro e o que elas vão demandar de seus profissionais. Confira, a seguir, alguns resultados que foram obtidos:

Desenvolvedor de Aplicativos

profissões do futuro: mulher trabalhando no desenvolvimento de aplicativos

Desenvolvedores de aplicativos são uma das profissões do futuro que já estão em alta há algum tempo.

Quantos aplicativos você tem instalado em seu smartphone? Com certeza, inúmeros. Afinal, eles trazem tantas facilidades e vantagens para o dia a dia, que se torna impossível pensar em uma vida sem eles.

São APPs voltados para a saúde, gastronomia, lazer, trabalho, finanças… Sem falar que, hoje, praticamente qualquer empresa que trabalhe com serviços tem o seu próprio aplicativo. E é assim que você vai enchendo o seu smartphone com softwares da academia, do banco, do supermercado, do serviço de carona colaborativa, de entrega de comida, entre outros.

Se existem uma infinidade de aplicativos, existem também muitos desenvolvedores atuando no mercado. Isso não significa, no entanto, que não há espaço para novos, muito pelo contrário. O intuito é que cada vez mais programas sejam criados, o que exige cada vez mais mão-de-obra.

É válido lembrar que a função de um Desenvolvedor de Aplicativos Móveis não é apenas desenvolver, de fato, o APP, mas trabalhar em suas melhorias.

Sabe aquelas novas atualizações que você precisa autorizar ou baixar no seu aparelho celular? É sinal de que tem desenvolvedores trabalhando nele para mantê-lo sempre com um bom funcionamento e atendendo todas as suas necessidades e expectativas.

Também fazem parte das atividades de um desenvolvedor codificar os aplicativos, fazer testes e depurações: tudo sempre pensando na experiência do usuário e nas novas demandas do mercado. Afinal, essas são algumas das principais características das profissões do futuro!

Arquiteto de Dados

Como o próprio nome diz, o profissional que atua como Arquiteto de Dados é responsável por tratar os dados, analisando todo o seu ciclo de vida, que começa no seu surgimento e vai até a etapa de armazenamento.

O objetivo deste trabalho, que já integra a lista das profissões do futuro, é realizar todas as ações necessárias para os dados se transformem em informações, ou seja, em um conteúdo mais “sólido” para a empresa.

É claro que, no mundo tecnológico em que vivemos, a coleta destes dados é totalmente automatizada. Porém, a capacidade de traduzir, analisar e fazer recomendações seguras de negócios ainda são tarefas desempenhadas pelos humanos, de preferência, por aqueles com alto potencial e conhecimento para isso.

Os Arquitetos de Dados precisam ser muito analíticos, mas também muito criativos. Ter um profundo conhecimento em sistemas e metodologias de dados também é essencial, bem como nos mais diversos sistemas operacionais existentes.

Também são requisitos importantes para ocupar esta, que é uma das principais profissões do futuro, ter uma comunicação eficaz, saber planejar e coordenar recursos de dados e converter os requisitos de negócios em soluções de bancos de dados.
Parece complicado e é, mas o importante é que esta é uma profissão que tem portas abertas em qualquer lugar do mundo e garante um bom salário no final do mês.

Gerente de “Compliance”

Para entender mais uma das profissões do futuro é preciso saber que a palavra compliance, no mundo corporativo, está relacionada à conduta da empresa e sua adequação às normas dos órgãos de regulamentação.

O Gerente de Compliance, então, supervisiona o desenvolvimento dos controles de riscos, bem como acompanha os esforços e medidas utilizadas pela equipe de administração para implementar novos processos, procedimentos e programas internos.

Para chegar ao cargo de gerência, é claro, é necessário ter alguns anos de experiência na área de compliance. Para quem ainda está começando, não há motivos para desanimar, afinal, mudanças regulatórias vivem acontecendo, o que contribui para que esta área de atuação continue crescendo nos próximos anos.

No momento, os Gerentes em Compliance estão em alta principalmente no mundo jurídico, inclusive, aqueles que possuem experiência e habilidade organizacional, de liderança, analítica e interpessoal têm maiores chances de se destacarem.

Analista de Business Intelligence

profissões do futuro: analista de business intelligence

Analista de Business Intelligence é uma das profissões do futuro.

Também conhecido como Analista de BI, o Analista de Business Intelligence (ou ainda Analista de Inteligência de Negócios) tem uma função muito parecida com a do Arquiteto de Dados, afinal, as suas tarefas diárias incluem fazer uma análise de dados para criar campanhas, novas estratégias de negócio e o que é mais importante: identificar as melhores oportunidades para as empresas.

Ou seja, esse profissional, que possui uma das profissões do futuro, transforma os dados brutos em insights e, depois, em soluções que trazem melhorias para toda a organização.

Para isso, no entanto, é essencial que ele possua sólidas experiências analíticas e em resolução de problemas. Além disso, este analista também deve ter proeficiência no uso de ferramentas de Business Intelligence, em mineração de dados e em tabelas do Excel.

Possuir educação em finanças, negócios e sistemas de informação, bem como ter uma ótima comunicação para, assim, saber explanar os resultados e fazer recomendações à alta gerência, também é indispensável.

UX Designer

UX é a abreviação de “User Experience” ou “Experiência do Usuário”, em português. Ou seja, o UX Designer é um profissional responsável por não apenas criar a aparência de um produto ou site, mas de levar em consideração as necessidades dos usuários, sejam elas emocionais ou funcionais, a fim de, assim, criar uma experiência digital agradável e intuitiva às pessoas.

Para realizar esta função, os UX Designers realizam testes de usabilidade e estudam profundamente seus clientes e, principalmente, os clientes de seus clientes. Essa é a melhor forma de coletar todas as informações necessárias e realmente atender os objetivos do projeto em execução.

Com a intensificação do número de pessoas no mundo digital, a demanda pelos UX Designers aumentou consideravelmente e tornou esta uma das profissões do futuro. Afinal, toda empresa quer (e precisa) ter um site atrativo.

Além disso, como já falamos, os aplicativos têm ganhado cada vez mais espaço e uma das funções do UX Designer é também criar interfaces para este e outros tipos de produtos – o que contribui para que o mercado de trabalho para estes profissionais seja muito amplo (sem falar no salário, que não é nada mau).

UI Designer

profissões do futuro: UI designer

O UI designer trabalha com a interface dos produtos online.

Apesar de receberem nomes parecidos e caminharem “de mãos dadas” nos projetos de sites, aplicativos, softwares, entre outros produtos, o UX Designer e o UI Designer têm funções distintas.

Como dito acima, o UX Designer trabalha com as emoções, seu papel é se colocar no lugar dos usuários para criar as melhores soluções e navegação ao que está sendo desenvolvido. Já o UI Designer, por sua vez, possui uma função um pouco mais tangível e prática, afinal, como o próprio nome sugere, ele trabalha com a interface dos produtos:

  • UI Designer = User Interface Designer
  • User Interface Designer = Design de Interface do Usuário

De forma resumida, o que o UI Designer faz é elaborar, criar e planejar o meio pelo qual o usuário irá interagir com um determinado dispositivo, que pode tanto ser um sistema ou um software, quanto um aplicativo, um produto ou outro tipo de serviço.

Essa interação é feita por meio de uma interface, que inclui menus, botões e vários outros elementos que precisam ser planejados e executados para que o projeto realmente funcione e apresente uma navegação simples, atraente e intuitiva.

Essa interação entre os profissionais garante o sucesso dos projetos e, principalmente, aquilo que mais se busca hoje em dia: uma experiência amigável, ou “user-friendly” como também é conhecida.

Mas não é só o apoio dos profissionais que garante o sucesso da área do UI Design, uma das profissões do futuro, mas também a experiência e o conhecimento de quem atua nesta área. Isso porque, esse tipo de designer não pode ser apenas um especialista em criar layouts, mas também entender de codificação, de design visual e precisa se colocar no lugar dos usuários a todo momento.

Gerente de Análise de Marketing

profissões do futuro: gerente de análise de marketing

O gerente de análise de marketing é uma das profissões do futuro que garante ótimas qualificações.

A Gerência de Análise de Marketing é mais uma das profissões do futuro que, desde já, pode garantir ótimas qualificações no mercado de trabalho e salários bem animadores. “Mas o que os profissionais que trabalham nesta área fazem exatamente?”, você deve estar se perguntando.

Pois bem, os Gerentes de Análise de Marketing são responsáveis por coletar e analisar dados para gerar informações e fornecê-las às várias partes interessadas – geralmente são aquelas que trabalham com automação de marketing, CRM e outras ferramentas de inteligência de negócios.

Este cargo está em alta tanto no Brasil, quanto em outros países e exige de seus profissionais fortes habilidades de raciocínio analítico e um bom trabalho em equipe, já que, normalmente, os Gerentes de Análise de Marketing trabalham junto com vários parceiros e departamentos, como TI, Operações, Vendas e, é claro, Marketing.

Este trabalho em conjunto é essencial para gerar melhores resultados, aperfeiçoar os processos que estão sendo analisados, definir estratégias mais assertivas e atender as metas de negócios com mais facilidade.

Outras profissões do futuro

Acima, nós apresentamos apenas algumas profissões do futuro que já têm movimentando o mercado de trabalho. Porém, elas não são as únicas a compor essa lista. Existem outros cargos que surgiram nos últimos anos e têm tudo para ganhar cada vez mais profissionais, como:

  • Analista de Sistemas;
  • Analista de Negócios;
  • Suporte a Litígios;
  • Gerente de Serviços;
  • Assistente Executivo.

Quando o assunto são as profissões do futuro é importante destacar também que, daqui 10 anos, algumas áreas que hoje ainda nem existem, podem estar surgindo ou até mesmo já ter milhares de profissionais espalhados por todo o mundo.
Essa é apenas uma das inúmeras vantagens da tecnologia: criar as chamadas profissões do futuro, ou seja, novas oportunidades de trabalho e trazer cada vez mais facilidades para os clientes de uma forma em geral!

Leave a Reply